Governo decreta dois dias de luto nacional

13 Jul 2013

O Governo de Cabo Verde decretou hoje dois dias de luto nacional pela morte, sexta-feira à noite, em Lisboa, do cantor cabo-verdiano Bana, vítima de doença prolongada.

Governo decreta dois dias de luto nacional

Numa nota, o Gabinete de Comunicação e Imagem do Governo dá conta de que o luto nacional será observado a partir das 00:00 de segunda-feira, terminando às 24:00 de terça-feira.

Bana, de verdadeiro nome Adriano Gonçalves, morreu sexta-feira aos 81 anos, estando previsto que o funeral decorra segunda-feira em Lisboa.

Na mesma nota, o Governo cabo-verdiano indica que estará representado no funeral pelos ministros cabo-verdianos da Cultura, Mário Lúcio Sousa, e das Comunidades, Fernanda Fernandes.

O funeral do músico cabo-verdiano Bana vai realizar-se na segunda-feira, em Lisboa, informou a embaixada de Cabo Verde em comunicado.

O corpo do "Rei da Morna" será velado a partir das 13:00 de domingo, na Igreja da Sagrada Família, em Benfica, onde decorrerá, no dia seguinte, à mesma hora, a missa de corpo presente.

O funeral sairá na segunda-feira, às 14:15, em direção ao Cemitério do Alto de São de São João, "onde o corpo será cremado, segundo o desejo manifestado [por Bana] em vida", informa a nota da embaixada.

Nascido a 11 de março de 1932, no Mindelo, na ilha de São Vicente, Bana gravou mais de meia centena de discos ao longo da sua carreira, iniciada em 1942, com apenas dez anos, nas ruas e cafés da cidade que o viu nascer.